SÍNDROME DO RESPIRADOR BUCAL

Este é um caso clássico de respirador bucal.Dentes superiores projetados para frente, a mandíbula retraída e apinhamento dentário que provocam alterações faciais e físicas.

press to zoom

Aqui, uma vista lateral .A projeção do maxilar superior altera a forma do lábio e da face exibindo uma face que não é a natural. Organizando dentes ,maxilares e reeducando os músculos faciais temos uma nova face e novo físico.Parece mágica mas é a natureza trabalhando em conjunto.

press to zoom

...desta forma. Observemos que o caminho percorrido neste caso é de meio dente do tamanho da coroa do pré-molar.E neste local é onde existe a mastigação mais eficiente no triangulo invertido A,B e C.

press to zoom

Este é um caso clássico de respirador bucal.Dentes superiores projetados para frente, a mandíbula retraída e apinhamento dentário que provocam alterações faciais e físicas.

press to zoom
1/17

CLIQUE SOBRE A FOTO

A grande maioria das pessoas respira pela boca. São atores , manequins, autoridades ou pessoas comuns. O caso mais conhecido é o do Ronaldinho gaúcho, jogador de futebol, que apresenta um caso clássico de respiração bucal. Mas , na maioria, são pessoas que disfarçam a boca aberta com o sorriso , usando a sua simpatia ou graça.Normalmente procuram o profissional devido a apresentarem dentes mal posicionados ou desalinhados, mordidas cruzadas ou a projeção dos mesmos para fora da boca. Respirar bem é um direito de cada ser humano. Respiração bucal , hoje conhecida como " Síndrome do Respirador Bucal", apresenta uma série de características como o palato alto (céu da boca elevado, ogival). O palato é o mesmo osso que forma o assoalho do nariz, por isso que , ao se elevar, provoca obstrução nasal.isto pode  gerar o desvio de septo nasal,  alterar a altura dos olhos, orelhas, ombros, desalinhar os dentes, gerar mais consequencias para o físico e etc. Como utiliza a boca para respirar tem como consequencias  lábios rachados, tártaro nos dentes anteriores, a sede constante , o ronco, problemas nas adenóides e amídalas ( que não se remove pois regridem com a respiração nasal ao final do tratamento), gengivite,brônquios (bronquites), de má postura corporal como a escoliose,  que se trata sem cirurgias e sem dores, se forem alterações descendentes,etc.Causa confusão com o asmático,o gago,o cardíaco e com o portador de rinite alérgica. Com o tempo os respiradores bucais, ou RB, tornam-se cardíacos e já visitaram o endocrinologista para saber sobre a obesidade que pode ser conseguida com a ingestão de líquidos durante a refeição pois não podem comer e respirar ao mesmo tempo.Normalmente a procura de um profissional se dá devido a irregularidade no alinhamento dos dentes como: mordidas cruzadas,projeção dos dentes para fora da boca, ou a impressão de que existe um número ou tamanho de dentes tal que "não cabem nas arcadas". Muitas vezes o terceiro molar, ou siso, acaba sendo o vilão,que atrapalha o posicionamento dos demais, o que não é verdade porque é um elemento importantíssimo  e deve fazer parte na arcada dentária para a mastigação mais pesada ( por alguma razão o "papai do céu" o colocou na parte mais posterior da boca, aonde vão os alimentos mais duros) e por várias razões, explicadas no artigo sobre os sisos neste mesmo site.

O tratamento natural não extrai nem desgasta qualquer dente mesmo com a desculpa de ser imprescindível para conseguir-se espaços para acomodação dos demais ou por serem dentes temporários que ,com certeza do profissional, serão substituídos.Sabemos que a natureza age em sentido contrário às agressões respondendo da maneira como ela sabe: com dores musculares ( deve-se dizer aqui que é uma maneira de provocar a enxaqueca, dores nos ombros e pelo corpo), deformações da arcada dentária e diminuição do espaço para a língua. Também existe a necessidade de corrigir estruturas musculares que interferem na posição das arcadas e dentes, assim como a língua que busca seu espaço pois, sem isso, ela provocará o retorno dos problemas que o levaram a fazer o tratamento e ao uso dos mesmos aparelhos .Outro ponto importante é a atenção à mastigação. A mastigação correta é a que vai manter os dentes e arcadas naturalmente em suas posições, sem necessidade de aparelhos mantenedores após a conclusão do tratamento. Daí ser importante orientar o paciente para os exercícios necessários.

CAUSAS DA RESPIRAÇÃO BUCAL

Falta de amamentação no peito é a maior causa de má formação nas arcadas dentárias onde músculos foram exercitados erradamente por uso de mamadeiras, bicos, chupar dedo, e etc. Algumas revistas  de normal credibilidade, às vezes, lançam um artigo com informações equivocadas, falam dos melhores bicos de mamadeira ou chupeta mas, na grande realidade e única, só existe um que é o natural e insubstituível.Dar de mamar não é uma obrigação de mãe mas um direito da criança.Aqui estão mais de 80% dos casos de má formação de arcadas dentárias.Pode-se citar muitas causas que podem ou não interferir.O respirador bucal deve ser respeitado pois ele sofre: tem que levantar cedo depois de uma noite mal dormida, alimentar-se bem sem sentir o gosto do alimento e comer de boca fechada. Se fechar a boca ele não respira por isso que demora para comer  e engorda porque empurra todo o alimento com líquidos goela abaixo.Deve ir para a aula e prestar atenção e ele já levantou cansado. Deve retornar, almoçar ,sair para a natação, para a aula de inglês, depois....Calma! Ele não tem todo esse pique , levantar de manhã, depois de ter tido um sono claustrofóbico , ter se movimentado toda a noite ... ele não consegue assimilar tudo. O seu corpo inclinado e a boca aberta lhe dão um ar de quem está recuperando-se de uma maratona. Os apelidos surgem e ele prefere ficar em casa ao invés de sair e jogar bola com os amigos. Por isso são ótimos em vide game , mexer em computadores e tudo o que o segura dentro de casa. São tímidos, nervosos, inteligentes mas... tem problemas de saúde.